Câmara
Noesis nos Media
12 maio 2020

COVID-19: Automação como Solução, in Business IT


Noesis nos Media
12 maio 2020

A pandemia que vivemos nos dias de hoje não está apenas a acelerar a transição para processos automatizados, mas a alavancar investimentos que impulsionam a mudança e que protegem as organizações em cenários como o atual.

Todos os setores estão hoje a sentir os efeitos da pandemia. Nas últimas semanas adensou-se a discussão em torno do impacto económico e produtivo das empresas, que será naturalmente sentido no presente e no futuro. De uma coisa podemos estar certos, a pandemia trará alterações profundas no tecido empresarial, não só negativas, mas oportunidades de melhoria de metodologias e processos. Há quem já atribua ao COVID-19 a responsabilidade pela aceleração do processo de transformação digital, pelo menos em organizações com o processo em desenvolvimento ou ainda numa fase inicial. Com os funcionários em casa, muitas empresas reduziram drasticamente a sua produtividade, sendo este um momento de reflexão. É nesta reflexão que surgem as oportunidades e a visão para vingar no futuro.

A Automação é uma das primeiras áreas a dar o passo em frente nesta evolução das empresas. Os desafios económicos e de produtividade que hoje atravessamos podem em parte ser solucionados automatizando rotinas, processos e ações.

Atualmente, e ainda mais no futuro, as organizações precisam de processos rentáveis, eficazes e robustos no caminho para a transformação digital sustentável. Aos recursos humanos, são muitas vezes atribuídas tarefas e atividades rotineiras em sistemas com a necessidade de interação com outros sistemas diferentes. A diversidade de interfaces e diferentes graus de complexidades, leva a um aumento da probabilidade de erro em processos-chave da organização. Colocar softwares robotizados a desempenhar estas tarefas rotineiras, em vez de pessoas, torna possível a execução dos processos de forma remota, garantindo por sua vez a continuidade do negócio. A Automação não deve ser vista como uma ameaça. Deve ser vista pelos decisores como uma ferramenta que garante a produtividade, não só só pelo automatismo em si e pela diminuição da probabilidade de erros, mas porque permite alocar recursos humanos a outras tarefas eventualmente mais prioritárias para a organização

Na Noesis, fruto do nosso setor de atividade e da automatização dos nossos próprios processos, hoje encontramo-nos a operacionalizar a 100%, assegurando uma resposta rápida e eficiente aos nossos clientes. Acreditamos que pelo menos até 30% das tarefas das organizações podem ser automatizadas através de Robotic Process Automation (RPA). Quando falamos em automatizar, falamos em múltiplas atividades, desde gerar uma resposta automática a um e-mail até à implementação de milhares de bots, cada um programado para concluir uma tarefa específica, tendo por base o estado da arte de tecnologias baseadas em Machine Learning e Inteligência Artificial.

Como base para a automatização de processos de RPA, a Noesis usa o seu background com mais de 10 anos de experiência na área de automatização de testes, sendo neste momento de lockdown uma excelente arma para combater os erros das aplicações que suportam, não só, o trabalho do nosso dia-a-dia, como das aplicações que suportam a economia, permitindo a disponibilização ininterrupta de serviços online. 

Por esta razão, e por precisarmos que os serviços e aplicações na web se mantenham disponíveis, a Noesis participa ativamente, também, na deteção de bottlenecks de disponibilidade destas, através da execução de testes de carga e de testes de segurança, de forma preventiva. Desta forma, temos recebido cada vez mais pedidos nestas áreas, com o objetivo primordial de redução de custos dos nossos clientes, pela deteção de erros muito mais cedo no ciclo de desenvolvimento de software, sejam eles erros funcionais, de disponibilidade ou de segurança.

O futuro é um pouco mais incerto hoje, mas os desafios são os mesmos e continuaremos a estar prontos para encontrar soluções.

*Artigo originalmente publicado em Business IT.