Luzes e Tecnologia
NOESIS NOS MEDIA
06 junho 2022

Descentralização? Não pode ser só Lisboa e Porto


Nelson Pereira esteve no podcast “Conversas para o Norte” do Jornal Económico, para falar sobre a importância da descentralização quer para a Noesis, quer para as economias regionais.

“Está no nosso gene” refere Nelson Pereira, sobre a aposta da Noesis na abertura dos centros de excelência. 
 
Sobre o processo de recrutamento pelos quais os novos escritórios estão a passar, Nelson Pereira referiu também que o facto de, tradicionalmente, o ecossistema organizacional português apresentar uma forte litoralização, com uma grande concentração junto aos principais centros urbanos "é uma das dificuldades deste projeto". 
 
No entanto, quer a Guarda quer a Covilhã, são regiões que estão dotadas de Instituições Académicas muito relevantes, com muito boa capacidade formativa e que acolhem alunos de diversas regiões do país. "Acreditamos que a nossa presença permitirá ajudar a fixar alguns desses jovens recém-licenciados, contribuindo assim para o desenvolvimento económico da Região", acrescenta.
 
A atração e retenção de talento é, de facto, um desafio, porém a Noesis enquanto instituição está segura da sua oferta, tanto em Portugal nos vários mercados, como internacionalmente
 
A maioria das pequenas, médias e grandes empresas em Portugal estão sediadas ou representadas na área metropolitana de Lisboa ou do Porto. Neste sentido, e no contexto atual em que tanto se fala sobre o futuro do trabalho e novas formas de trabalhar, é fundamental que os responsáveis das empresas reflitam sobre como tornar as Regiões do interior do País competitivas e apetecíveis para jovens profissionais altamente qualificados. 
 
Sobre a abertura de novos escritórios no futuro, Nelson Pereira disse que “no curto prazo não está ainda prevista a abertura de novos centros”, no entanto, mas é algo que "está considerado no plano estratégico da Noesis e que continuaremos nos próximos anos".
 
A Noesis mantém o mote e convicção de continuar o excelente trabalho e de crescer em 2022 ainda mais do que cresceu em 2021. 
 
Ouça o episódio completo, aqui.