Luzes e Tecnologia
Noesis nos Media
21 outubro 2020

O ‘novo normal’ passa pela mobilidade, in IT.Insight


Noesis nos Media
21 outubro 2020

Por Ricardo Magalhães, Enterprise Solutions Senior Manager na Noesis

A mobilidade deixou de ser um ‘nice to have’ para ser um ‘must have’ e o ‘novo normal’ obriga as organizações a repensarem a mobilidade dos seus colaboradores. Alcatel-Lucent Enterprise, Aruba, Cilnet, Claranet, EasyVista, Fortinet, Informantem, Noesis, Palo Alto e Softfinança abordam as oportunidades e os desafios da mobilidade nesta nova realidade

No início de 2020, dificilmente alguém pensaria que a mobilidade iria ter uma adoção tão grande como teve. Por força das circunstâncias, as organizações em todo o mundo tiveram de se adaptar a uma realidade para a qual nem sempre olhavam.

Foram cometidos alguns erros, mas dificilmente as alterações que tiveram lugar por força da pandemia vão ser totalmente postas de parte num futuro em que as operações podem voltar ao que eram antes de toda esta situação.

A mobilidade ganhou uma nova força. Algumas empresas que antes rejeitavam por completo a possibilidade de se trabalhar a partir de casa, defendem agora a solução, percebendo o benefício que pode ter para as operações diárias e para a produtividade.

 

Efeito pandemia

A COVID-19 alterou por completo a maneira como as pessoas trabalham. O efeito pandemia alterou tanto a adoção de soluções de mobilidade, como as do novo local de trabalho, ou workplace. Ricardo Magalhães, Enterprise Solutions Senior Manager na Noesis, refere que a pandemia “obrigou a acelerar” a adoção de soluções de mobilidade. “Todos aqueles que já trabalhavam deste modo tiveram um impacto menor; todos os que não estavam tiveram de correr atrás porque não havia outra solução”, explica, acrescentando que a situação originou “uma pressão enorme” tanto nos distribuidores, como nas equipas de IT das empresas. “Mesmo que a organização já estivesse preparada, a escala mudou drasticamente; passámos de uma capacidade instalada para uma capacidade total”, diz.

 

Novo local de trabalho

Com milhões de novos escritórios em todo o mundo, o novo normal e o novo workplace podem contribuir para um enfraquecimento da cultura empresarial e da coesão das equipas dentro das organizações. Ricardo Magalhães (Noesis) salienta que estes novos escritórios “claramente trouxeram novos desafios”. Primeiro, porque os colaboradores deixaram de estar fisicamente entre si – pelo menos da maneira tradicional. “É uma realidade que já existia em muitas organizações”, onde já existia uma relação mais virtual entre os colaboradores. No entanto, a situação “levanta outras preocupações; todo aquele espírito que se tem, de fazer parte de um grupo, no virtual tornam-se mais complicados e não existem da mesma maneira”

 

“Mesmo que a organização já estivesse preparada, a escala mudou drasticamente; passámos de uma capacidade instalada para uma capacidade total”
- Ricardo Magalhães, Enterprise Solutions Senior Manager, Noesis 

 

*Artigo publicado em IT.Insight