Web Summit 2016 - Lisboa

Noesis marcou presença na primeira edição nacional do Web Summit que se realizou em Lisboa, entre os dias 7 e 10 de Novembro e que contou com a participação de mais de 53 mil profissionais e de mil investidores internacionais.

Esta presença no Web Summit integra-se na estratégia de liderança tecnológica da Noesis e de proximidade ao cliente. Esta participação constituiu ainda uma demonstração da capacidade das empresas nacionais de competirem no mercado global, mostrando aos visitantes de mais de 165 países, que a Noesis pode ser o seu parceiro de negócio nos seus respetivos mercados.

Quando a Noesis decidiu participar no Web Summit, um aspeto fundamental dessa participação passava pela integração de novos modelos digitais que permitissem criar um maior envolvimento e proximidade com os clientes e visitantes.

Neste evento, a Noesis optou por um formato de comunicação mais orientada para as tendências de mercado, sempre alinhado com o que realiza, inova e entrega. Ou seja, ir ao encontro daquilo a que as empresas estão mais recetivas.

Esta iniciativa teve a designação de N-Force, que significa a medida de força, “N” de Noesis , que as empresas necessitam para crescer/transformar o seu negócio. Esta força "N" constitui a união de todas as competências Noesis necessárias para a Transformação Digital: Enterprise Solutions & Agile Solutions, Quality Management (Test of Things), Big Data & Analytics, Cloud e Nearshore. É a junção de todas estas competências na mesma Força que torna a Noesis diferenciadora em relação a outros players do mercado.

Para os visitantes foi criado um espaço de apresentação de soluções tecnológicas assentes na Internet das Coisas (IOT's) e um espaço de interação que visa proporcionar uma experiência imersiva com as soluções e tecnologias da empresa.

A presença através do stand permitiu ainda estabelecer um canal de comunicação com clientes, atuais e potenciais, evidenciando a capacidade e competências tecnológicas da Noesis. Para tal, foi preparardo um jogo que evidenciava o modo como se pode transformar ativos simples em objetos inteligentes e através das nossas ações despoletar algumas reações com o objeto.

Com estas atividades foi possível compreender como estas ações geram informação útil e analítica desenvolvida, como a mobilidade pode atuar neste contexto e como integrar toda esta realidade num ambiente cloud computing simplificado.

Fique a conhecer melhor a N-Force e as competências Noesis AQUI